Valther Maestro

Procedimentos para uma boa avaliação

 

Principais Problemas:
- Não está diretamente ligada a Objetivos (habilidades e - competências);
- Mostra uma sequência equivalente ao “ponto”;
- Prioriza os conteúdos factuais.
Está concentrada em:

Principais Desafios:
- Atender a diversidade;
- Ser realizada em diferentes momentos;
- Considerar avanços individuais (de onde partiu e onde chegou);
- Valorizar diferentes linguagens;
- Ser pensada junto com o planejamento;
- Ter objetivos claros;
- Ser uma ação reflexiva de ambas as partes;
- Ser uma ação de monitoramento de aprendizagem;
- Possuir consignas relevantes e provocadoras;
- Sempre ser realizada com autonomia;
- Sempre ser corrigida e compartilhada com os estudantes;
- Ser vista como um instrumento que possibilita rever os conceitos não compreendidos pelos estudantes;
- Ser sempre uma oportunidade de criar uma nova avaliação.

A passagem de uma avaliação normativa para a formativa, implica necessariamente uma modificação das práticas do professor em compreender que o aluno é, não só o ponto de partida, mas também o de chegada. Seu progresso só pode ser percebido quando comparado com ele mesmo: Como estava? Como está? As ações desenvolvidas entre as duas questões compõem a avaliação formativa. Hadji (2001).

 

 

Caminhos para uma boa avaliação:

 

O valor da avaliação encontra-se no fato do aluno poder tomar conhecimento de seus avanços e dificuldades. Cabe ao professor desafiá-lo a superar as dificuldades e continuar progredindo na construção dos conhecimentos... para não ser autoritária e conservadora, a avaliação tem a tarefa de ser diagnóstica, ou seja, deverá ser o instrumento dialético do avanço, terá de ser o instrumento da identificação de novos rumos (Luckesi, 1999)

Texto disponivel em PDF
Maestro Assessoria Educacional
Rua do Oratório, 977 - Mooca - Cep 03117-000 - São Paulo - SP
Tel: (11) 2601-5973
E-mail: mae@maestroassessoria.com.br